STF julgará se Lira é obrigado a analisar impeachment de Bolsonaro

  • Metrópoles
  • 09/05/2022 11:47
  • De Olho nas Eleições 2022
Foto: Reprodução
Arthur Lira
Arthur Lira

Os ministros do STF farão neste mês um julgamento virtual sobre uma ação do movimento Vem Pra Rua para que o presidente da Câmara, Arthur Lira, seja obrigado a analisar um pedido de impeachment apresentado pelo movimento contra Jair Bolsonaro. Relatada pela ministra Cármen Lúcia, a ação foi incluída nesta quinta-feira (5/5) em julgamento virtual, que acontecerá dos dias 13 a 20 deste mês.

Em agosto do ano passado, o movimento alegou ao Supremo que Lira vem agindo com “reiterada inércia” para analisar pedidos de impeachment contra Bolsonaro. Na época, essas solicitações acusando o presidente de crime de responsabilidade eram cerca de 120.

“As mais de 120 denúncias formuladas anteriormente também não foram lidas na sessão seguinte ao seu recebimento”, afirmou o VPR. Na mesma semana, Cármen Lúcia negou o pedido. Em seguida, a entidade apresentou um recurso.

A Advocacia-Geral da União, que representa Bolsonaro, solicitou que a ação seja rejeitada. Intimada, a Procuradoria-Geral da República ainda não se manifestou no processo.