Nas redes, Pedro Vilela e Arthur Lira são a nova versão de Chico Navalha e Zé Pandeiro

  • Ricardo Mota
  • 11/06/2022 17:47
  • De Olho nas Eleições 2022
Foto: Secom Maceió/Arquivo
Pedro Vilela e Arthur Lira
Pedro Vilela e Arthur Lira

A matéria publicada pela colega Vanessa Alencar, aqui do CM, mostra que os dois políticos locais, citados no título, protagonizam um bate-boca, em redes sociais, na base do empurra: 

- Conte lá. 

– Conta você.

A mim lembraram os dois personagens da música História do Samba, que eu conheço com a ótima violonista, cantora e compositora Joyce Moreno.

(Só não sei se essa porfia dos dois alagoanos vai dar samba.)

A música?

Ei-la (a primeira parte):

História do samba 

Se querem saber a história do samba
O samba nasceu numa roda de bamba
O Chico Navalha foi desacatar
O Zé do Pandeiro teve que brigar

O Chico Navalha, puxando da dita
Partiu para o Zé numa briga esquisita
Na confusão que houve na baiuca
Um dizia “eu te cutuco”
O outro "não cutuca"

Eu te cutuco, não cutuca
Eu te cutuco, não cutuca
Eu te cutuco, não cutuca, não
Eu te cutuco, não cutuca
Eu te cutuco, não cutuca
Eu te cutuco, não cutuca, não

Me cutuca que eu te taco a mão

É melhor não cutucar o cão com vara nenhuma.