TJ nega habeas corpus a Adalberon de Moraes

  • 07/04/2009 13:47
  • Polícia

O Pleno do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL) negou por unanimidade, durante sessão realizada nesta terça-feira (07), habeas corpus ao ex-prefeito de Satuba, Adalberon de Moraes Barros. A defesa argumentou excesso de prazo e solicitou trancamento da ação penal, alegando que o paciente é inocente.

De acordo com as alegações do advogado de defesa, Adalberon de Moraes está pagando por delitos que jamais cometera e que a acusação ao ex-prefeito de Satuba trata-se de verdadeira armação. “O pior é que ele tem como provar sua inocência, porém, não encontra guarida, nem tampouco confiança e credibilidade de quem quer que seja, autoridade ou não, a fim de fazer valê-la”, declarou o advogado ao requerer a liminar.

O juiz responsável pelo processo, após descrever toda a tramitação processual informou que a instrução já findou, afastando-se, desse modo, a alegação de excesso de prazo. Atualmente, os autos encontram-se conclusos para fins de retratação ou manutenção da decisão.

Após colher as informações do magistrado e da Procuradoria Geral de Justiça, o relator do processo, desembargador Orlando Monteiro Cavalcanti Manso, votou no sentido de conhecer do pedido e negar o habeas corpus, alegando que resta agora ao paciente tentar demonstrar a alegada inocência no Tribunal do Júri.