PC/AL Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true José Afranio de Lucena

Na noite desta quarta-feira (03), policiais civis da equipe do delegado Manoel Wanderley Cavalcante Lima, Regional de Delmiro Gouveia, sob o comando do Agente de Polícia José Afranio de Lucena Sarmento, o "Castelo", Chefe de Operações da Delegacia de Água Branca, realizaram diligências na cidade de Pariconha com o objetivo de localizar e prender os acusados de assassinar o pedreiro José Carlos Bezerra da Cruz, 31 anos.

De acordo com o chefe de Operações, José Carlos foi assassinado por volta das 21 horas quando dois homens numa moto, até o momento não identificados pela polícia, efetuaram um disparo de arma de fogo, quase que a queima-roupa, vindo a atingir a vítima na região da axila do lado direito.

Segundo relato da esposa da vítima, a dona de casa Marlene Maria dos Santos, José Carlos costumava tomar umas pingas após o serviço, e na noite de ontem teria ido a um bar do seu primo, conhecido na cidade de Pariconha como Bar do Maciel.

“Maciel Bertoleza, que é o proprietário do bar, confirmou que seu primo José Carlos teria cometido um crime de homicídio na cidade pernambucana de Jatobá, há cerca de quatro anos, contra um idoso, além de ter sido preso também nas cidades de Petrolândia e Petrolina, porém não soube informar por quais motivos”, disse o Chefe "Castelo", da Distrital de Água Branca.

"Castelo" informou também que o delegado Manoel Wanderley já determiinou a abertura de inquérito policial, e que as investigações para prender os assassinos continuam . Ele solicita que quem tiver informações pode passar à Polícia pelos telefones 0800-284-9390 (Disque Denúncia) ou para 3644-1456 (Delegacia de Água Branca).

Veja fotos