Alagoas com pé fora da febre aftosa

  • 01/04/2009 03:13
  • Geral

Desde de 1999 que os criadores bovinos,suino e caprino estão proibidoS de vender animais para outros Estados, por causa de um boi procedente da Bahia que se encontrava em Penedo, que apareceu com febre aftosa. Isso tem prejudicado demais os produtores de Alagoas, inclusive a boa criação de cavalos que não pode ser vendidA.

Entretanto, vale a pena registrar o empenho do governador Teotonio Vilela Filho(PSDB) juntamente com a secretaria de Agricultura para tirar Alagoas desta rota. É bom lembrar o empenho do ex-secretário da agricultura Alexandre Toledo, atual prefeito de Penedo e do seu sucessor tucano Jorge Dantas.

O Ministério da Agricultura está reavaliando o Circuito Pecuário do Nordeste, que formatou um novo cronograma de ações a serem cumpridas até o segundo semestre de 2009,para reavaliar a classificação dos estados nordestinos do risco desconhecido da febre aftosa.

Neste circuito, três estados têm status de risco médio(Maranhão, Rio Grande do Norte e Pernambuco) e quatro desconhecido( Piauí, Paraíba, Alagoas e Ceará). Hoje (dia 1º) começa a nova etapa de vacinação de bovinos contra aftosa. Alagoas Terá o lançamento na fazenda que fica no Benedito Bentes do pecuarista Álvaro Vasconcelos. Alagoas tem um rebanho de 1,2 mil animais.

Um dos maiores produtores de bovino, empresário Silvio Menezes em Igreja Nova há dez anos que é proibido de vender seus animais para o mercado da Bahia e Sergipe. Ele chegou a investir num Matadouro dos mais modernos. E no momento, toda a produção é vendida no mercado de Alagoas.