Divulgação Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Santana do Ipanema

Na manhã desta Quarta-feira (06), os profissionais em Educação de Santana do Ipanema, reunidos em Assembléia Geral decidiram finalizar a paralisação deliberada em 27 de junho e que prometia se transformar em uma greve por tempo indeterminado a partir do mês de Agosto.

Para os dirigentes do SINTEAL – Núcleo Regional a prefeita enviou oficio a entidade, se comprometendo a atender as principais reivindicações dos professores, enquadramento e implantação do Piso Nacional Salarial dos Professores.

Outro ponto se diz respeito ao realinhamento das tabelas de vencimentos de demais funcionários de escolas. O projeto de lei que regulamenta as decisões deve seguir para a Câmara de Vereadores, que devem aprovar em Sessão Extraordinária, devido ao período de recesso.

A reposição das aulas perdidas passará por discussões com a Comunidade Escolar e Diretores recém-eleitos em processo de eleições.


Estrategicamente, os trabalhadores escolheram a data por culminar com a Festa da Juventude em sua 49ª Edição, na qual a cidade recebe inúmeros visitantes, e o desgaste para ambas as partes seriam danosas a todos. Com a decisão, o salário de professores santanenses vem a se equiparar aos dos professores de cidades vizinhas, que já cumpre a Lei do Piso Salarial.