Hector Emilio Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Clientes do Banco do Brasil (BB) de Olho D’Água das Flores acusam a gerente Kátia de Fátima Palmeira Barros de desviar, sem autorização, altas quantias de dinheiro de suas contas.

Os clientes afirmaram que dinheiro estaria desaparecendo misteriosamente de suas contas e suspeitam que as supostas transações estejam sendo realizadas pela gerente.

Kátia está licenciada desde fevereiro deste ano e foi substituída por João Francisco que não quis se pronunciar sobre o caso, mas afirmou que algumas pessoas se dirigiram até a agência fazer reclamações e estas foram orientadas a procurar a superintendência ou a assessoria jurídica do Banco que fica em Maceió.

A assessoria da superintendência do BB disse que o caso vai ser apurado em sigilo e a empresa pode instaurar um processo administrativo contra a acusada. Afirmou ainda que as pessoas que se sintam lesadas por funcionários do Banco que procurem a agência local ou a superintendência para registrar suas queixas. A assessoria garantiu que o Banco do Brasil é uma instituição séria com mais de 200 anos de atuação e que presa pela transparência de seus serviços.

A reportagem do Minuto Sertão tentou contato com a gerente, mas ninguém soube informar o paradeiro e nem um contato telefônico válido da acusada que estaria em tratamento médico, supostamente em outra cidade.