Reprodução Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

O cantor sertanejo Eduardo Costa foi preso na madrugada desta segunda-feira (8) após agredir um coronel reformado da Polícia Militar e um produtor durante a 45ª Exposete, feira agropecuária da cidade de Sete Lagoas, na região Central de Minas Gerais. De acordo com informações da Polícia Militar, a agressão aconteceu após a apresentação do cantor, durante o show de Paula Fernandes, que encerrou a festa.

Segundo a PM, Eduardo teria sido empurrado pelo assistente de produção da cantora Paula Fernandes, ao passar pelo corredor que dá acesso ao camarim dos artistas. Como ele gostou da atitude, deu um soco no rosto do homem, de 37 anos. Ao perceber a briga, o chefe de segurança do evento, de 47 anos, que é coronel reformado da PM, tentou apartar a confusão e também foi agredido.

Fãs do cantor e pessoas envolvidas na produção da feira presenciaram toda a situação e, segundo boletim de ocorrência, teriam sido empurradas pelo cantor.

A polícia foi chamada ao local e levou Eduardo Costa para a delegacia da cidade, onde ele assinou um termo de responsabilidade e foi liberado.