Alagoas na Net Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

O prefeito da cidade de Olho d’Água das Flores Carlos André “Nen de Humberto” falou nesta quinta-feira (11), sobre uma denúncia de membros da Comissão de Cidadania, sobre uma obra paralisada no município.

De acordo com o gestor, o projeto faz parte de uma iniciativa do Ministério das Cidades, iniciado no ano passado, em que contemplaria várias cidades alagoanas. A cidade de Olho dÁgua seria contemplada com 30 unidades habitacionais do Programa Minha Casa, Minha Vida.

“O projeto seria uma parceria do Governo Federal com as prefeituras municipais, através dos bancos: Morada e Família Paulista, através da Construtora SOMART Engenharia, onde o município entraria apenas com a doação do terreno”, relatou Nen.

O prefeito ainda afirmou que em 28 municípios onde o convênio foi firmado obras também estariam na mesma situação. O motivo dessa paralisação, segundo o prefeito, seria a intervenção do Banco Central à instituição do Banco Morada, financiadora do projeto, que levou as construtoras a pararem as obras.

Sobre o local onde estaria sendo construídas as casas, denominado Conjunto Valdemar Farias, o secretário municipal de infraestrutura Antonio Rodrigues disse à nossa reportagem que desde 2005 a Prefeitura adquiriu o terreno e que anteriormente já havia tentado angariar recursos, junto ao Governo do Estado para a construção de casas, porém não obteve sucesso.

Na oportunidade o secretário relatou que recentemente a Prefeitura conseguiu recursos para a construção de uma quadra poliesportiva no local e que a obra deverá iniciar ainda este mês.