Homem matou a mulher, a filha, irmã e sobrinho e depois se mata

  • 08/04/2009 03:21
  • Brasil/Mundo
Um homem matou a mulher, a filha e mais dois membros de sua família antes de cometer suicídio no estado americano do Alabama, informou a imprensa local nesta terça-feira.

O corpo de Kevin Garner, 45 anos, foi encontrado nesta terça perto da casa que ele dividia com sua mulher, de quem havia se separado, no condado de Morgan, Alabama.

Segundo fontes judiciais, Garner atirou na mulher, Tammy, na filha, na irmã e no sobrinho na cidade de Greenhill, antes de se matar.

Os assassinatos aconteceram pouco antes de uma audiência do processo de divórcio de Garner e sua mulher, que estava marcada para quarta-feira.

A irmã de Garner compareceria à audiência como testemunha de Tammy, de acordo com o site do jornal Times Daily.

Os massacres envolvendo civis e armas de fogo nos Estados Unidos estão cada vez mais frequentes.

No sábado passado, um homem abandonado pela esposa matou seus cinco filhos, antes de cometer suicídio, em Graham, 100 km ao sul de Seattle.

Um dia antes, um imigrante vietnamita assassinou 13 pessoas e cometeu suicídio em um centro de ajuda a estrangeiros na pacata cidade de Binghampton, no nordeste do país. Entre as vítimas estava o professor brasileiro Almir Olimpio Alves

Na semana passada, um homem fortemente armado assassinou oito pessoas em um asilo da Carolina do Norte, e seis pessoas foram mortas a tiros em uma casa de um bairro de classe alta do Silicon Valley, na Califórnia.

Em 10 de março, um homem matou dez pessoas, entre elas sua própria mãe, em três cidades do Alabama, antes de se suicidar.

No episódio recente mais chocantes, ocorrido na noite de 24 de dezembro de 2008, um homem fantasiado de Papai Noel invadiu uma casa onde estava reunida a família de sua ex-mulher, na Califórnia, e abriu fogo, matando nove pessoas antes de se suicidar.

Em 16 de abril de 2007, um estudante de origem coreana assassinou a tiros 32 pessoas, antes de cometer suicídio, na universidade Virigina Tech (Virgínia, leste), no pior ataque deste tipo ocorrido nos Estados Unidos