Reprodução Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Na madrugada desta segunda-feira (18), logo após a votação que levou André e Fernanda ao Paredão, começou a rolar nas redes sociais um perfil que mostrava informações sobre o andamento do “BBB13”.

Os prints abaixo foram tirados por volta da 0h20min e, conforme é possível ver nas imagens, os tweets foram enviados 3 horas antes.

Desta forma, considerando-se o horário em que aconteceu a eliminação de Fani, bem como a definição de mais uma berlinda, os telespectadores não tinham como saber de fatos tão específicos.

Tudo se espalhou tão rapidamente na internet que, é claro, especulações não faltaram. Quem garante que o twitteiro não escreveu diversos tweets e, após os resultados, deletou aqueles que continham informações equivocadas?

Este tipo de situação acontece com muita frequência, pois sempre aparece alguém para dizer que o reality show é uma fraude. Mas, com a disseminação do Twitter e do Facebook, as dúvidas sobre a legitimidade do programa da Globo parecem tomar proporções gigantescas.

Já este outro print, o qual não foi tirado por mim, mas sim por alguém que os colocou no perfil “fraudebbb13” no Facebook, vai mais além e indicam até mesmo quem vencerá a atração.

A pessoa que fez isso afirma ser um ex-funcionário da Globo, que foi demitido injustamente. E agora está se vingando contando os podres do BBB.

Quem assiste ao “BBB13” e também vota ou acompanha as enquetes, já está cansado de saber que Fernanda manteve, desde o começo, uma crescente popularidade. Antes, dividida com Anamara e Kamilla. Agora, dividida com Nasser.

Além disso, pelo próprio andamento do reality, também não seria difícil decretar que Natália poderá ficar em terceiro lugar. Já são mais de dez anos de Big Brother Brasil, ou seja, qualquer telespectador que acompanha desde o começo saberia dar esse palpite quase certeiro.

Sem contar que a gaúcha, com o jogo de ser “amiga de todo mundo”, praticamente repetiu a estratégia usada no BBB8. Coincidência ou não, ela ficou em terceiro lugar, seguida pela vice-campeã Gyselle e o campeão Rafinha.

Mas, voltando aos últimos prints, o que de fato pode dar margem às teorias é a porcentagem: dizer que Nanda será campeã é uma coisa, mas garantir que será com 54% dos votos é outra totalmente diferente.

Enfim, armação ou não, o formato deu certo. E, enquanto houver público e patrocinador, ainda teremos mais alguns anos de Big Brother Brasil na tela da Globo.