Arquivo Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Um Fazendeiro de 76 anos, suspeito de ter arrastado e matado um jegue amarrado ao carro, compareceu nesta quarta-feira (20), ao fórum do município de Graccho Cardoso, a 118 km de Aracaju para audiência.

Em frente ao Fórum, manifestantes de associações protetoras dos aninais saíram de Aracaju para acompanhar a audiência. “Precisa-se entender que crimes dessa natureza não podem mais serem aceitos. Quem comete crimes assim, também comete crimes contra cidadãos”, destaca Nazaré Moraes, representante das Associações Protetoras dos Animais.

A audiência foi feita a portas fechadas. Lá dentro o Ministério Público propôs um acordo, mas foi recusado. “Não houve o acordo na transação em face dos valores muito alto, pois ele não poderia pagar”, comenta Fenelon Mendonça, advogado de defesa.

O órgão ofereceu denuncia criminal contra ele por maus tratos contra animais. “Ele deixa a condição de autor de fato, assim que o juiz receber passa ser réu, responde a um processo criminal e ao final o juiz aplica uma sentença a ele. Ele sendo condenado terá que cumprir uma pena”, explica Edyleno Ítalo, promotor de justiça.