Divulgação Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Tanino Silva

Um encontro nacional de gays realizado entre os dias 14 a 17 de Agosto na cidade de Natal, RN, marcou a fundação da Articulação Brasileira de Jovens Gays – “Artgay Jovem”. O objetivo é debater e construir ações em defesa dos direitos humanos da juventude gay no Brasil. Foram eleitos jovens em todas as regiões do país para articularem a nova rede. Ativista gay de Maceió assume a coordenação nacional para região Nordeste.

De acordo com Tanino Silva, coordenador Geral do Grupo Gay de Maceió eleito para coordenar a Região Nordeste o trabalho da nova rede de juventude gay no Brasil, o objetivo será focado no fortalecimento da luta pela garantia da vida dos jovens. “Nosso debate ainda passa pelo direito à vida. Tem jovem gay virando churrasquinho no Brasil. O índice de jovens gays assassinados por crimes de ódio cresce progressivamente no país. Exigimos a aprovação da criminalização da homofobia” afirma em referência ao assassinado de um jovem gay esta semana no Sul de Minas. O assassino após matar a vítima, assou o fígado numa sanduicheira.

A juventude gay é um dos grupos sociais mais vulneráveis no Brasil. Além de grande parte dos assassinatos de homossexuais atingirem gays jovens, a vulnerabilidade para infecção pelo vírus HIV, o índice alto de suicídios envolvendo jovens gays, a dificuldade no acesso ao mercado de trabalho, aumento de casos de homofobia em escolas e universidades brasileiras são algumas das preocupações do coordenador da “Artgay jovem”. Segundo ele “a AIDS continua sendo nosso principal problema de saúde pública. O debate da segurança pública envolvendo nossa população ainda engatinha. Nossa vida nas escolas e universidades é na base do sofrimento diário. O mercado de trabalho se fecha tanto pela inexperiência de jovem, mas a homofobia acresce essa dificuldade” aponta Tanino

Com o intuito de se organizarem e cobrarem ações efetivas para garantia dos direitos humanos da juventude gay, Tanino Silva, acredita que é necessário um trabalho forte de diálogo e sensibilização do governo federal e governos estaduais. “Elegemos jovens gays em todas as regiões do Brasil. Em quase todos os estados. Vamos dialogar com o Governo Federal e Estaduais. Vamos construir juntos um Brasil sem homofobia” conclui Tanino Silva.