PC/AL Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Claudevan Gomes

Após várias semanas de investigações, agentes da Policia Civil de Alagoas, com o apoio de policiais militares, prenderam nesta quinta-feira (1) Claudevan Gomes Correia, dando cumprimento a mandado de prisão expedido pelo juiz da Comarca de Pão de Açúcar, Galdino José Amorim Vasconcelos.

As investigações levaram os policiais a um barraco, localizado no Alto Humaitá, naquela cidade, onde Claudevan estava escondido.

A prisão do foragido ocorreu às primeiras horas da manhã, quando os policiais cercaram o local e deram voz de prisão ao foragido, que ainda tentou fugir, mas foi perseguido e acabou detido. Ele será encaminhado ao presídio Baldomero Cavalcante, em Maceió.

A operação policial teve a participação do delegado Adalberto Meira, do escrivão Thiago Costa e de vários policiais civis e militares daquela cidade.

Conforme o delegado, juntamente com seu irmão Denilson Gomes Correia, ainda foragido, Claudevan desferiu vários golpes com instrumentos contundentes em Múcio Sampaio Mendonça, fato que ocasionou a morte da vítima, cujo corpo foi encontrado no interior de sua residência quase três dias depois, já em estado de decomposição.

A vítima tinha recebido a quantia de R$ 10 mil, o que despertou a atenção dos acusados que a mataram e roubaram o dinheiro.

O crime teve grande repercussão na época, pois a vítima era bastante conhecida na sociedade de Pão de Açúcar.