SSP/SE Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Vaqueiro confessou participação nos crimes

Assaltos a mão armada, sequestros, roubos, tráfico de drogas e homicídios. A extensa ficha criminal pertence a uma quadrilha que estava aterrorizando o sertão sergipano. Nos últimos meses, cinco homens andavam fortemente armados tirando o sossego de moradores de povoados de Poço Redondo e regiões vizinhas.

A quadrilha desarticulada através de uma ação do Complexo de Operações Policiais Especiais (Cope) é responsável pelo crime bárbaro contra umfuncionário da Petrobras em Sirirí, o assalto a um restaurante em Canindé de São Francisco, o assalto a um vereador de Poço Redondo e do sequestro relâmpago do secretário de Estado, Jorge Araújo, registrados do dia 24 de julho desse ano. e do sequestro relâmpago do secretário de Estado, Jorge Araújo.

Os envolvidos foram identificados como Valtenor dos Santos, de 31 anos; Adiclecio Rodrigues de Abreu, de 22 anos – a dupla foi morta durante troca de tiros com a polícia na última quarta-feira, 31. Marcelo Oliveira dos Santos, de 23 anos, conhecido como Vaqueiro ou Rei do Gado, também foi preso suspeito de pertencer ao bando criminoso. A polícia ainda procura dois homens, conhecidos como Léo ou ‘Legal’ e Homizinho.

suspeitos de cometer mais de 30 crimes e que as ações eram cometidas sobre o uso de drogas e com bastante violência.

Confissão

Durante a coletiva, ‘Vaqueiro’ foi apresentado e falou a imprensa sobre os crimes cometidos pelo grupo. Segundo ele, o bando deixou Paulo Afonso, na Bahia, com destino ao interior sergipano sabendo que ‘Val’ iria tirar a vida do funcionário da Petrobras.

O suspeito disse ainda que estava dirigindo o veículo, tomado no assalto ao subsecretário Jorge Araujo, quando ‘Val’ e os outros três invadiram a casa de Derisvaldo e o levaram a morte. “Ele [Derisvaldo] foi colocado na mala do carro e só ouvir quando Val disse ‘eu não falei que você não ia criar a minha filha’ depois disso eles [Val, Léo e Homizinho] desceram do carro e arrastaram ele [vítima] e só ouvir os três tiros”, conta Vaqueiro.

Crimes

A polícia chegou ao bando após cerca de um mês de investigação, onde durante esse tempo, a quadrilha continuava cometendo crimes. No último dia 28 os criminosos promoveram um verdadeiro arrastão entre os povoados Queimadas e Serra da Guia, localizados em Poço Redondo. De acordo com a polícia, a quadrilha invadiu casas, bateu em moradores e assaltou cerca de cinco motos.

Homicídio

Segundo a polícia o crime bárbaro contra o funcionário da Petrobras, Derisvaldo Lima Cunha, de 41 anos, foi cometido por Valtenor dos Santos, o Val. A arma usada no assassinato, uma escopeta calibre 12 também foi apreendida pela polícia. A motivação banal chamou a atenção nesse crime. Val tirou a vida de Derisvaldo porque a vítima estava criando a sua filha, uma menina de seis anos.