Maurício Val/VIPCOMM 13685440740784 Luiz Felipe Scolari

 

Seis meses de análises e cinco amistosos depois, o técnico Luiz Felipe Scolari divulgou no fim da manhã desta terça-feira (14) os convocados para o principal desafio da seleção brasileira no ano: a Copa das Confederações, evento teste para a Copa do Mundo de 2014. A lista de 23 nomes tem como grande surpresa a ausência tanto de Ronaldinho Gaúcho como de Kaká.

Antes da convocação, a expectativa era de que ou um ou outro fosse chamado, para exercer a função de grande articulador do meio-campo. Em boa fase no Atlético-MG, Ronaldinho era considerado o favorito, mas acabou preterido por um jovem companheiro no Galo, Bernard. Oscar, Lucas e Jadson dividirão com ele a missão de abastecer o ataque.

Na frente, Felipão e o coordenador técnico Carlos Alberto Parreira preferiram apostar em Leandro Damião, do Inter, ao invés do badalado Alexandre Pato, que ainda não conseguiu se firmar como titular do Corinthians. Já a disputa pelas reservas das laterais foi vencida por Jean e Filipe Luis, ao passo que Réver foi o preferido na briga com Dedé por um lugar na zaga. Diego Cavalieri, do Fluminense, e Jefferson, do Botafogo, foram os escolhidos como substitutos de Julio César no gol.

A estreia do Brasil no torneio está programada para o dia 15 de junho, às 16 horas (de Brasília), contra o Japão, no Estádio Nacional, em Brasília. Componente do grupo A, a equipe verde-amarela ainda encara o México em Fortaleza no dia 19 e a Itália no dia 22 no Maracanã, na primeira fase. Na outra chave, Espanha, Uruguai, Taiti e Nigéria lutarão pelas duas vagas na semifinal. A competição termina em 30 de junho.

 

A apresentação dos atletas chamados está programada para 27 de maio, no Rio de Janeiro. Para chegar bem à competição, o Brasil fará dois amistosos no início do próximo mês: contra a Inglaterra, em 2 de junho no Maracanã, e França, em 9 de junho, na Arena do Grêmio.

Com histórico de três empates (Itália, Rússia e Chile), uma derrota (Inglaterra) e uma vitória (Bolívia) nesta segunda passagem pelo comando da seleção, Felipão tem na Copa das Confederações uma excelente oportunidade de aumentar a confiança da torcida, receosa pelos maus resultados recentes – vale lembrar que, no último ranking da Fifa, os brasileiros se mantiveram apenas em 19º lugar, a pior posição da história.

O Brasil é o maior campeão da Copa das Confederações, com três títulos (1997, 2005 e 2009), além de um vice (1999). Nomes como Ronaldo, Romário, Adriano e Kaká se destacaram nessas edições.

Confira os convocados:

Goleiro: Júlio César, Diego Cavalieri e Jefferson
Zagueiros: Thiago Silva, David Luiz, Dante e Réver
Laterais: Daniel Alves, Marcelo, Jean e Filipe Luis
Meias: Lucas, Oscar, Paulinho, Hernanes, Fernando, Luiz Gustavo, Jadson, Bernard
Atacantes: Neymar, Fred, Hulk, Leandro Damião