Jânio Barbosa / Cortesia 13904438284262 CEO x ASA

Os jogadores do ASA diziam estar ansiosos para voltar a campo. A paralisação do carnaval não agradou os principais líderes do grupo, que temiam perder o embalo no Campeonato Alagoano. Neste domingo, o Alvinegro voltou a campo para encarar um jogo complicado, e o ritmo não foi o mesmo. Em Olho d´Água, o time de Arapiraca perdeu os 100% de aproveitamento no returno ao empatar sem gols com o CEO.

Técnico do ASA, Beto Almeida reclamou muito após a partida das condições do gramado do Estádio Edson Matias.

- Foi um jogo de tempos distintos. Eles estiveram melhor no primeiro, o ASA dominou as ações na etapa final, tendo a oportunidade de vencer. Mas não dá para fazer uma avaliação do time atuando num campo como esse. Não dá nem para fazer estatísticas de passes errados, que são constantes nesse piso. Até os comentaristas precisam ter cautela para avaliar esta partida - comentou o treinador.

O resultado manteve o ASA na liderança do Grupo A, agora com sete pontos. O CEO chega a três e termina a rodada na terceira colocação da Chave B. O Alvinegro volta a jogar pelo estadual no próximo domingo, contra o Penedense, em Arapiraca. O time do Sertão vai atuar no mesmo dia, em Palmeira, contra o CSE.

CEO tem mais posse de bola no primeiro tempo

O calor do Sertão e vento forte não ajudaram muito as equipes no primeiro tempo. O CEO teve mais posse de bola,  e, no início, assustou em arremates de fora da área de Tiago Almeida. O Alvinegro só chegou com perigo aos 20, com Alex Henrique. O meia recebeu passe de Tiago Baiano e finalizou com estilo, obrigando Alexandre a fazer uma boa defesa.

Outra boa oportunidade do CEO foi registrada aos 28 minutos. Buiu cruzou, a bola pegou efeito e acertou o travessão. O ASA tinha dificuldades para encaixar seu jogo, mas quase abriu o placar ao 40 minutos, outra vez com Alex Henrique, que entrou livre e errou o alvo na conclusão.

Jogo melhora na etapa final

O segundo tempo começou mais animado. Logo aos quatro minutos, Tiago Almeida bateu com violência e acertou a rede do ASA pelo lado de fora. A resposta foi à altura. Rai dominou a bola e arrematou com categoria, carimbando o travessão do time da casa. O Alvinegro se animou e Alex Henrique quase marcou aos 18, perdendo a disputa com o goleiro Alexandre.

Dez minutos depois, Didira foi acionado em velocidade por Renan Oliveira e tocou por cobertura na saída do arqueiro. Zagueiro do CEO, Oséas apareceu na hora certa e salvou a equipe de meia bicicleta. Para confirmar o equilíbrio do confronto, Luciano achou Nem livre e deu um passe preciso. O veterano teve nos pés a chance de garantir a vitória do CEO, mas chutou para fora, aos 37 minutos.