Represa rompe e mata ao menos 50 na Indonésia

  • 27/03/2009 08:20
  • Brasil/Mundo

Pelo menos 50 pessoas morreram nesta sexta-feira (27) na enchente causada pela ruptura de uma represa nos arredores de Jacarta, capital da Indonésia, anunciou o governo. As águas inundaram rapidamente um populoso bairro residencial, segundo as autoridades.

O número de vítimas anunciados pelo governo, no entanto, não é o mesmo apurado pelo escritório de coordenação de assuntos humanitários da ONU (Ocha) em Jacarta, que informou que até o momento registrou 43 mortes, sete a menos que as autoridades locais.

Segundo o escritório da ONU, cerca de 100 pessoas estão sendo atendidas em diferentes hospitais da região e dezenas de outras seguem desaparecidas, o que ainda pode elevar o número de vítimas.

A ruptura parcial do dique de Situ Ginung aconteceu por volta das 2 horas (16 horas de quinta, 26, em Brasília), após várias horas de fortes chuvas, e causou uma inundação que colocou a água a 2 metros de altura em cerca de 400 casas da região sul de Jacarta.

Dez horas depois da ruptura da represa, a área atingida continua sendo esvaziada, assim como o resgate e a busca de vítimas. Os habitantes de Tangerang, cidade industrial perto de Jacarta, foram transferidos ao campus de uma universidade próxima para se abrigar.

Dezenas de pessoas ainda estão nos telhados das casa, enquanto outras estão sendo resgatadas de dentro dos imóveis.

Especialistas e autoridades locais ainda estudam as causas do incidente.

O vice-presidente do país, Jusuf Kalla, e o ministro de Bem-estar Social, Aburizal Bakrie, visitaram o local para ver as consequências da tragédia.

No início de março, nove pessoas morreram e mais de 30 mil tiveram que abandonar seus lares no centro e no sul da ilha de Java devido a inundações causadas pelas fortes chuvas. Dezenas de pessoas morrem a cada ano na Indonésia pelas inundações durante a temporada de chuvas, que começa em novembro e se estende até fevereiro.