Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

A campanha Outubro Rosa conscientiza as mulheres sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama. Aproveitando o mês em que o assunto ganha ainda mais evidência, o Polo Base de Katokinn/Karuazu, estrutura integrante do Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI) Alagoas, situado em no município de Pariconha promoveu, na manhã de hoje (16), ações educativas para incentivar as indígenas a realizarem o autoexame das mamas.

O prefeito Fabiano Ribeiro de Santana, e seu vice, Rafael Andrade também estiveram presentes, juntos com a Cacique Nina (Aldeia Katokinn - sede municipal), e seu Edivaldo Cacique (Aldeia Karuazu - povoado Campinhos), onde puderam acompanhar as atividades e falar da importância desses eventos que estão acontecendo incessantemente durante todo o mês no município.

As palestras e dinâmicas foram conduzidas pelo enfermeiro Jefferson e a responsável técnica de Enfermagem Indígena, Alane. As indígenas participantes receberam laços rosa em alusão à campanha, símbolo de apoio marcante.

“É Muito gratificante proporcionar o cuidado e a educação em saúde”, destacou a Cacique Nina. Segunda ela, outros Pontos extensivos do Polo também realizaram atividades e orientações de combate ao câncer de mama durante o mês de outubro.

Não fugindo da pauta do cronograma elaborado pelos profissionais da secretaria de saúde do município, a equipe empenhada do Polo indígena Katokinn/Karuazu seguiu com mutirão de citologia, mamografia, teste rápido de HIV e Sífilis, teste de glicemia, curativos, peso, etc.;
Cerca de sessenta pessoas foram atendidas, e foram registrados um número estimado em 150 procedimentos.

O Outubro Rosa foi criado no início da década de 1990, mesma época em que o símbolo da prevenção ao câncer de mama, o laço cor-de-rosa, foi lançado pela Fundação Susan G. Komen for the Cure.

As atividades prosseguem durante todo o mês.