14170972166469

A Secretaria Municipal de Senador Rui Palmeira, realizou no último dia 12, mais um arrastão contra a dengue nas principais ruas da cidade. A ação, que nessa primeira etapa beneficiou as principais áreas de riscos, a ação aconteceu através de visitas às residências, com o intuito de coletar e eliminar objetos que servem como criadouros do mosquito Aedes Aegypti.

De acordo com informações da coordenação de endemias do município, foram coletados e devidamente descartados os materiais, recolhidos em terrenos baldios e residências, com o apoio das duas Equipes Saúde da Familia da zona urbana, funcionários da secretaria de saúde, Agentes Sanitários, alunos da rede municipal de ensino das escolas municipais Sagrado Coração de Jesus e Maria de Jesus Vieira de Carvalho além de colaboradores braçais.

Segundo a coordenadora da Atenção Básica Isabel Wanderley e o coordenador de Controle de Endemias Jailson Aquino, o trabalho foi positivo. “O arrastão leva as pessoas a refletirem sobre a importância do combate à dengue e outros vetores transmissores de doenças. Além disso, racionaliza a utilização dos recursos em outras medidas de prevenção à dengue no município. Nesta ação, os agentes e colaboradores adentraram as residências, abordando e conscientizando os moradores quanto aos possíveis criadouros do mosquito”.

Outros arrastões serão realizados ainda este mês de novembro, com total apoio do Secretário de Saúde, em outras regiões do município, dando continuidade às ações de combate à dengue. Para que os cidadãos se programem, em breve, serão divulgadas as próximas localidades que receberão o trabalho. Disse o supervisor Jailson Aquino.

Este ano foi confirmado dois casos, além de outros notificados. "É importante à participação de toda população na eliminação de focos da dengue, uma vez que o mosquito prefere reservatórios encontrados dentro de casa, como vasos, pratinhos e caixa de água mal vedada. A dengue é uma doença que deve ser combatida por todos diariamente, uma vez que o mosquito transmissor se prolifera muito rápido neste período de chuvas e calor", frisou o secretário Jose Marcos.