Reprodução/TV Gazeta de Alagoas Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

A vitória do Ipanema sobre o CSA, por 2 a 0, neste domingo, pela última rodada da fase de classificação do primeiro turno do Campeonato Alagoano, poderia ter sido com uma vantagem ainda maior. Além das duas penalidades assinaladas pelo árbitro José Reinaldo Figueiredo, mais um pênalti foi cometido em cima de um jogador do Ipanema, aos oito minutos da etapa inicial (veja o lance no vídeo abaixo). Pelo menos, é o que acha o comentarista de arbitragem da TV Gazeta.

O ex-árbitro Flávio Feijó de Omena analisou a jogada e foi enfático ao garantir que houve falta em cima de Thiago Silva, meio-campista do Canarinho do Sertão, dentro da área azulina.

- Aos oito minutos do primeiro tempo, o árbitro José Reinado Figueiredo errou ao não marcar uma penalidade contra a equipe do CSA. O zagueiro do CSA, ao tentar chutar a bola, erra e acaba acertando na altura do peito do atleta do Ipanema. Pênalti claro. Além de marcar a penalidade, o árbitro deveria ter aplicado cartão amarelo no zagueiro por jogar de forma temerária. Ou seja: agiu sem levar em conta o risco ou as consequências para seu adversário - salientou.

Perguntado se o lance poderia ser considerado jogo perigoso, ele respondeu que não e explicou a diferença entre os dois tipos de jogadas.

- Naquele lance específico, foi falta mesmo. O que diferencia o lance perigoso da falta é se o jogador levanta o pé demais e não atinge o adversário. Agora, a partir do momento em que o pé atinge o adversário, deixa de ser jogo perigoso e passa a ser falta, e, naquele caso, como foi dentro da área, trata-se de penalidade - destacou.

Feijó avaliou a colocação do árbitro naquele lance, e ainda comentou as jogadas em que foram marcados os dois pênaltis em favor do time sertanejo.

- A posição e a visão de jogo do árbitro eram boas, o que não justifica o seu erro. Nesta partida tivemos uma situação atípica, com três penalidades e todas para a mesma equipe. As outras duas penalidades marcadas pelo árbitro foram corretas. Em ambas ele estava muito bem posicionado e próximo da jogada.