Cortesia/Eduardo Cardeal/Rádio Jornal AM710 14252610253026

O sertão não é o melhor lugar para o CSA jogar neste Campeonato Alagoano. Neste domingo (01), o time marujo voltou a apresentar um futebol cheio de falhas e acabou superado pelo CEO em Olho D’água das Flores por 1 a 0.

Agora, a equipe sertaneja terá a vantagem do empate no jogo de volta que acontece no próximo domingo no estádio Rei Pelé. Ao CSA, restar vencer pelo menos por um gol de diferença para garantir a classificação á final do primeiro turno.

O JOGO – 1º TEMPO

Na região sertaneja de Alagoas, Olho D’água das Flores é conhecida pelo forte calor. No início do jogo deste domingo, o duelo entre CEO e CSA começou com calor e depois o tempo foi mudando, ventando e com ameaça de chuva permanente.

O que não mudou muito foi o futebol das duas equipes dentro de campo. Do primeiro ao último minuto da etapa inicial, CEO e CSA mostraram um futebol de pouca criatividade. O time azulino mostrava um futebol mais consistente do que o último duelo no sertão, quando perdeu para o Ipanema, mas continuava sem criar jogadas de ataque e praticamente não chegava ao gol do goleiro Humberto.

O CEO por sua vez, também sofria na criação de jogadas, mas tinha duas vantagens no jogo. Primeiro, o fato de conhecer os atalhos do gramado prejudicado do Edson Mathias e também, porque se não dava para chegar ao ataque em conjunto, os chutes de longa distância eram alternativas. Etinho e Nildo exigiram do goleiro Jefferson nessas jogadas.

O CSA seguia insistindo numa jogada que faz desde o início da competição, que deu inclusive gols ao time marujo, mas nem sempre funcionava. A ligação direta era uma tentativa, mas a defesa do CSA bem postada, impedia o sucesso das investidas marujas.

Em uma das chances que poderiam resultar em gol para o CSA, Afonso puxou ataque pelo lado esquerdo de ataque, tocou para o meio da área, Reinaldo faz o famoso “corta luz” para Rafael Granja, que mostrou força, mas acabou furando e sendo vaiado pela torcida da casa.

Até o final do primeiro tempo, o CEO seguia arriscando de longe e mesmo não conseguindo marcar, terminou o primeiro tempo melhor que o CSA. A etapa foi encerrada aos 46 minutos pelo árbitro Denis Ribeiro Serafim.

2º – TEMPO

O segundo tempo parecia ser bem diferente da primeira etapa. Antes mesmo do seu início, o técnico Lino tirou o zagueiro Claudinho e colocou o atacante Alysson, ex-jogador do CSA. Nos primeiros minutos as duas equipes se jogaram para o ataque, mas ainda sem a pontaria necessária.

O tempo fechado deu lugar a uma forte chuva em Olho D’água das Flores. O CEO continuava com um volume maior de jogo e quando o relógio marcava 19 minutos, o primeiro gol saiu. Em nova investida do time sertanejo, a defesa do CSA afastou para entrada da área e a bola caiu nos pés de Ivanzinho, que bateu forte e rasteiro, com a bola acertando o canto direito do goleiro Jefferson, para festa da torcida olhodaguense.

Para piorar a situação, o CSA ficou com um jogador a menos. Se tempo de bola em várias jogadas e já com cartão amarelo, Marco Antônio fez nova falta dura e recebeu o cartão vermelho.

O CSA ia acumulando complicações. Percebendo a fragilidade do time marujo, o técnico Lino fazia substituições visando deixar o CEO ainda mais ofensivo. Em nova chance, Etinho por muito pouco não marca, quando ficou na cara do goleiro Jefferson e foi travado no momento da finalização.

As bolas paradas eram as poucas oportunidades que o CSA tinha. Em uma dessas oportunidades, Rony recebeu na área e rolou para trás, com Afonso batendo forte e rasteiro, mandando muito perto do gol defendido por Humberto.

Na reta final do jogo, o CSA se lançou ao ataque e ficou perto de empatar o jogo. O que deveria ter feito desde o primeiro tempo, Elyesr só fez nos minutos finais, quando arriscou de fora, mandou no ângulo e viu o goleiro do CEO fazer grande defesa. Depois, em bola alçada a área, Rony desviou e assustou o goleiro rival.

Aos 49 minutos, o duelou foi encerrado com vitória do CEO por 1 a 0 sobre o CSA.

FICHA TÉCNICA

Campeonato Alagoano 2015 – SEMIFINAL

Estádio Edson Mathias – Olho D’água das Flores, Alagoas

CEO 0 x 1 CSA

Árbitro: Denis Ribeiro Serafim (FAF)

Assistentes:Esdras Mariano de Lima (CBF/AL) e Douglas Lino da Silva (FAF)

CEO: Humberto; Júnior (Neto Bala), Claudinho (Alysson), Cleristone e Nildo (Roger); Cristiano, Lau, Jacobina e Paulinho; Etinho e Ivanzinho.

Técnico: Lino

CSA: Jefferson; Sorín (Romário), Breno, Samuel e Paulinho; Marcos Antônio, Elyeser, Fabiano e Rafael Granja (Elvis); Afonso e Reinaldo Alagoano (Rony).

Técnico: Ronaldo Bagé

Cartões Amarelos: Junior (CEO) – Samuel e Marco Antônio (CSA)

Gols: Ivanzinho 19min 2ºT (CEO)